Brazil

Rastreabilidade leva transparência e segurança alimentar ao consumidor  

 

​Tecnologia da Tetra Pak monitora toda a cadeia produtiva do leite em caixinha, otimizando processos e elevando a competitividade da indústria de alimentos

  
São Paulo, 22 de novembro de 2017 – Aumento da produtividade, redução de custo, velocidade na resolução dos problemas, alto nível de segurança alimentar e, ainda, máxima confiança dos consumidores. Esses foram os resultados que a Aurora, maior cooperativa produtora de alimentos do Brasil, obteve ao apostar no sistema de Rastreabilidade Ativa da Tetra Pak. Em sete anos, a companhia conseguiu reduzir perdas no processo produtivo, disponibilizando aos consumidores brasileiros mais de 800 milhões de embalagens com a tecnologia.    
 
A inovação é especialmente efetiva na prevenção de erros de operação e na rápida solução de problemas. As linhas controladas são mais eficientes - o que impacta, diretamente, no tempo de resposta a crises ou falhas ocasionais. “A Rastreabilidade Ativa nos proporcionou uma visão sistêmica do processo produtivo, resultando em ganhos expressivos na velocidade de identificação do produto dentro da unidade fabril, bem como uma delimitação precisa de focos com anormalidades na produção”, afirma Celso Lermen, Gerente da unidade de Lácteos Pinhalzinho (SC) da Aurora.
 
Quando foi lançada, em 2010, a tecnologia revolucionou o mercado brasileiro ao possibilitar que o leite fosse monitorado desde sua coleta no campo, passando por todas as etapas do beneficiamento até a obtenção de produto final. Mais de 300 índices de processo e de qualidade são analisados em tempo real para garantir a conformidade do alimento.
 
“Fomos os pioneiros em oferecer aos fabricantes o que há de mais moderno em termos de registro automatizado de informações. Agora, com novas tecnologias, estamos trabalhando para aperfeiçoar ainda mais o sistema, possibilitando mais recursos à indústria e mais interações com os consumidores. Dessa forma, a história de cada caixinha permanece em um banco de dados, e é de vital importância para a utilização de sistemas como Big Data e Analytics, que compõe um dos pilares da indústria 4.0. É mais uma forma de garantir o nosso compromisso: disponibilizar alimentos seguros onde quer que seja”, afirma Marcio De Maria, diretor de sistemas de processamento da Tetra Pak.
 
Valorização do consumidor
 
A solução, chamada na empresa de P.A.R (Produto Aurora Rastreado), foi uma resposta à demanda dos consumidores que, cada vez mais exigentes, querem conhecer e entender a origem dos alimentos que adquirem. “A adoção da rastreabilidade fortaleceu o sistema cooperativo, com informação dentro da empresa para facilitar o controle de processos e a gestão. Com isso, agregamos valor à marca, fidelizamos consumidores e asseguramos a qualidade e a certificação dos nossos produtos”, complementa Ricardo Marques, Gerente de Marketing da Aurora.
 
Ao garantir o acesso aos dados de produção por meio da internet, a rastreabilidade ajuda a indústria a acompanhar as tendências de mercado, oferecendo o que o consumidor deseja - a transparência - de forma competitiva e eficiente. A solução atende, portanto, não apenas aos anseios por uma produção mais segura, como também impulsiona a inovação no setor. 
 
Como funciona
 
A plataforma de automação da Tetra Pak – Tetra Pak® PlantMaster – permite aos fabricantes controlar toda a planta por meio de um único sistema de gestão de dados, integrando, inclusive, equipamentos de diferentes fornecedores. O controle começa já na entrada das matérias-primas, passa por todas as etapas do processamento e envase, até a entrega dos produtos acabados e paletizados.
 
Com uma interface amigável e comandos simplificados é possível agilizar a coleta de informações, facilitar a análise dos dados, gerar relatórios especialmente formatados para cada usuário do sistema e, consequentemente, melhorar a eficiência dos diagnósticos.
 
No caso de falhas, o sistema é capaz de determinar, por exemplo, um pallet exato onde houve o problema e retirá-lo do estoque. Em uma etapa anterior, o mecanismo garante que o produto que não cumprir com os parâmetros controlados em tempo real não será envasado, evitando gastos nesta etapa da linha, além de possíveis recalls futuros.
 
Nas gôndolas
 
Atualmente, mais de 60 clientes da Tetra Pak utilizam o Tetra Pak® PlantMaster no Brasil. Na Aurora, o mecanismo está disponível em todas as linhas de Leite UHT das marcas Aurora e Aurolat, nas versões Integral, Desnatado, Semi Desnatado e Zero Lactose. As informações ficam disponíveis no site www.auroraalimentos.com.br/par/.
 
Cada embalagem cartonada asséptica recebe um código único, com 10 dígitos, localizado na parte superior da embalagem. A partir deste número, é possível consultar dados relevantes sobre o ciclo de vida do leite UHT: informações da unidade produtora; linha de envase; data de início e fim da produção; volume de leite produzido no mesmo lote; número do lote do material de embalagem; análise de qualidade da matéria-prima, com a data de realização e aprovação, além das cooperativas fornecedoras do leite.
 

Sobre a Tetra Pak
 
A Tetra Pak é líder mundial em soluções para processamento e envase de alimentos. Atuando próximo aos clientes e fornecedores, oferece produtos seguros, inovadores e ambientalmente corretos, que a cada dia satisfazem as necessidades de centenas de milhões de pessoas em mais de 170 países ao redor do mundo. Com mais de 24.000 funcionários, a Tetra Pak acredita na liderança da indústria responsável e em uma abordagem sustentável dos negócios. O slogan “PROTEGE O QUE É BOM™" reflete a visão de disponibilizar alimentos de forma segura onde quer que seja. 
 
Sobre a Aurora
 
A Cooperativa Central Aurora Alimentos – terceiro maior conglomerado industrial do setor de carnes do Brasil, fundada em 1969, é formada por mais de 100 mil famílias e está presente em mais de 500 municípios brasileiros. Nesse cálculo estão 27.381 colaboradores diretos da Aurora, 72.203 famílias rurais cooperadas que formam a base produtiva no campo e 9.580 colaboradores das 13 cooperativas agropecuárias que a constituem – Cooperalfa, CooperA1, Coopercampos, Copérdia, Cotrel, Auriverde, Cooperitaipu, Camisc, Coasgo, Coopervil, Cocari, Colacer e Caslo. Com matriz sitiada em Chapecó (SC), mantém oito unidades industriais de suínos, sete de aves, seis fábricas de ração, 13 unidades de ativos biológicos (incluindo granjas, incubatórios e unidades de disseminação de gens), 12 unidades de vendas e uma unidade de processamento de Lácteos, em Pinhalzinho. Com gestão participativa, atua na industrialização e comercialização de carnes suínas, aves, lácteos, massas, vegetais e suplementos para nutrição animal. A capacidade de abate é 18 mil suínos/dia, 1 milhão de aves/dias e processamento de 1,5 milhão de litros de leite/dia. As unidades industriais, comerciais, granjas e distribuidores estão por todo o Brasil, fazendo a hora mais gostosa de milhares de famílias.


Informações para a imprensa

JeffreyGroup
 
Thaís Corrêa – tcorrea@jeffreygroup.com – (11) 3185-0810
Erik Rodrigues – erodrigues@jeffreygroup.com - (11) 3185-0875
Beatriz Sene – bsene@jeffreygroup.com –  (11)3185-0853
Rejane Rodrigues – rrodrigues@jeffreygroup.com - (11) 3185-0846