​Tetra Pak se compromete com zero emissões de carbono em suas operações até 2030

Empresa anuncia o compromisso de chegar a zero emissões líquidas de gases do efeito estufa nas suas operações até 2030, com o objetivo de expandir a meta para toda a cadeia de valor até 2050 ​


São Paulo, junho de 2020 – Hoje, a Tetra Pak reafirma a sua preocupação com a sustentabilidade, estabelecendo uma meta de zero emissões líquidas em toda a sua cadeia de valor até 2050, juntamente com o objetivo de emissões líquidas nulas de carbono até 2030 nas suas operações. Neste sentido, estabeleceu objetivos de redução de emissões alinhados com a iniciativa Science Based Targets (SBT), que identifica e promove abordagens inovadoras para a fixação de metas ambiciosas e significativas de redução de emissões de gases do efeito estufa (GEE) industrial.​

A Tetra Pak foi fundada a partir da ideia de que uma embalagem deve economizar mais do que custa, considerando sempre a sustentabilidade como a essência do negócio. Desde 1999, a companhia tem recolhido dados anuais sobre a utilização de energia e emissões de gases do efeito estufa de toda a organização, sendo as suas contas auditadas por uma consultoria desde 2013.

Lars Holmquist, vice-presidente executivo de Soluções de Embalagem e Operações Comerciais da Tetra Pak, afirma que "temos cumprido consistentemente com nossas metas climáticas, desde o primeiro objetivo estabelecido em 2002, a seguir em 2005, e estamos em vias de alcançar nossa meta para 2020. Em 2017, fomos a primeira empresa da indústria de alimentos e bebidas a ter as suas metas de redução do impacto climático aprovadas pela iniciativa SBT. Mais recentemente, aderimos à Aliança Europeia para a Recuperação Verde, a primeira iniciativa de mobilização europeia para a implementação de soluções de investimento verde após a crise relacionada a Covid-19. Hoje, estamos mais uma vez na linha de frente, estabelecendo metas ambiciosas de zero emissões líquidas que impulsionarão a transformação em todo o nosso setor e em toda a cadeia de valor. O maior desafio ambiental do planeta não nos exige menos".

A Tetra Pak se concentrará em quatro áreas para alcançar os objetivos propostos: ​

Reduzir as emissões relacionadas com a energia, por meio da conservação e melhorias na eficiência energética, instalação de energia solar fotovoltaica e aquisição de energia renovável.

A Tetra Pak investiu mais de 16 milhões de euros em eficiência energética, desde 2011, evitando, assim, um aumento de 23% do consumo de energia. Até o momento, a empresa já instalou cerca de 2,7 MW de energia solar fotovoltaica (ou cerca de 8 mil painéis), o que possibilita a geração de eletricidade com baixas emissões de carbono, ao mesmo tempo que economiza significativamente com os custos operacionais.

Membro da iniciativa RE100, a Tetra Pak aumentou a utilização de eletricidade renovável de 20% em 2014 para 69% em 2019, e espera atingir o objetivo de 80% em 2020. Essa jornada envolve a instalação de painéis solares em todas as operações da companhia ou a aquisição de certificados renováveis, sendo uma das primeiras a adotar essas medidas em países como a Tailândia e a África do Sul. No Brasil, as unidades fabris localizadas nas cidades de Monte Mor (SP) e Ponta Grossa (PR) possuem energia de fonte 100% renovável.

Parcerias com fornecedores e outras partes interessadas ao longo da cadeia de valor para reduzir significativamente a pegada de carbono. A Tetra Pak colabora ativamente com os fornecedores para reduzir as emissões de carbono, incluindo a definição de objetivos ambiciosos para o uso de energias renováveis e o aumento da utilização de materiais renováveis e reciclados, fundamentais para tornar possível uma economia circular de baixo carbono.

Acelerar o desenvolvimento de embalagens e equipamentos de baixa emissão de carbono, e trabalhar para ajudar os clientes a atingir as suas metas de redução de emissões. Uma mudança radical nos níveis de investimento em inovação sustentável está ajudando a empresa a concretizar seu objetivo de criar uma embalagem totalmente reciclável feita exclusivamente de materiais renováveis ou reciclados, assim como a oferecer linhas de processamento e embalagem com uma pegada mínima de carbono.

Desenvolver cadeias de valor de reciclagem sustentável por meio da colaboração com clientes, empresas de gestão de resíduos, recicladores, municípios, associações industriais e fornecedores de equipamentos. A visão da Tetra Pak é a de que todas as embalagens de bebidas possam ser recolhidas para reciclagem e que nenhuma se transforme em lixo ou seja enviada para aterro.

"Há dez anos, estabelecemos uma meta climática para limitar, em 2020, nosso impacto em  toda a cadeia de valor nos níveis de 2010, ao mesmo tempo que asseguramos o crescimento dos nossos negócios. Isso nos ajudou a economizar 12 milhões de toneladas de emissões de gases do efeito estufa até o momento. Acreditamos que nosso compromisso com a inovação e a colaboração em toda a cadeia de valor nos colocam no caminho certo para alcançar nossos novos e ambiciosos objetivos", conclui Lars Holmquist.