2018-05-21
QUÊNIA

Parceria para expandir a produção de leite no Quênia

A Tetra Pak uniu esforços em uma parceria de desenvolvimento público-privada para expandir o desenvolvimento de laticínios no Quênia e atender à demanda crescente no país de maneira sustentável. Essa iniciativa melhorará a subsistência com uma maior produtividade de lácteos, melhores rendas e maior participação das mulheres na cadeia de valor de laticínios.

O desafio

O setor de laticínios do Quênia está avaliado em mais de US$ 1,7 bilhão e contribui com 40% do GDP de agricultura do país, proporcionando subsistência para mais de 700.000 pequenos fazendeiros. Os pequenos fazendeiros (os que possuem de uma a três vacas) respondem por aproximadamente 80% da produção de leite do país, de acordo com o Conselho regulador de laticínios do Quênia.

No entanto, muitos desses fazendeiros estão sofrendo com a baixa qualidade, rendimentos e lucratividade. Em virtude da infraestrutura e centros de resfriamento insuficientes, muitos fazendeiros dependem de canais informais para fornecer seu leite. Os padrões de tempo inesperados também causaram queda em seus ganhos.

A iniciativa

Para superar esses desafios e ajudar a produção de leite local no desenvolvimento de seu potencial, fizemos uma parceria público-privada de desenvolvimento entre a Tetra Pak Leste da África, a Tetra Laval Food for Development, nosso cliente New Kenya Co-operative Creameries (NKCC), a Swedish International Development Agency (Sida) e a NGO Heifer International.​

A 17ª e a última ODS da ONU pedem "Parceria para as metas", reconhecendo que precisamos criar colaborações inovadoras para superar os desafios que enfrentamos. Essa parceria envolve um projeto de investimento de US$ 12,6 milhões que ajudará a aumentar a quantidade e a qualidade do leite produzido por 30.000 pequenos agricultores de Rift Valley e Leste do Quênia, contribuindo também com a SDG 2.

Com base nas experiências positivas do nosso modelo de Centro de laticínios, o papel da Tetra Pak é fornecer treinamento prático para os pequenos agricultores. "Estamos bastante empolgados para iniciar o projeto de Centro de laticínios do Quênia em colaboração com um grupo de parceiros empenhados" - Rafael Fábrega, diretor da Tetra Laval Food for Development.

Enquanto isso, nosso cliente NKCC empenhará seu tempo, capital e pessoal para garantir o êxito. "O projeto promete aumentar o rendimento da produção por vaca por meio de uma abordagem de extensão inovadora e total suporte técnico dos parceiros participantes", afirma Dominic Menjo, diretor de Serviços de extensão e compras de leite, NKCC. 

O valor

Esta iniciativa melhorará a subsistência de 30.000 pequenos fazendeiros produtores de laticínios e suas famílias com maior produtividade de lácteos, melhores rendas e maior participação das mulheres na cadeia de valor de laticínios.

Como todos os fazendeiros envolvidos no projeto terão seu leite comprado e coletado para processamento todos os dias, eles poderão investir em seus negócios e expandir a cadeia de valor de laticínios do país de maneira sustentável.

O projeto tem também uma meta de que 50% de todos os participantes no treinamento sejam mulheres. As mulheres já estão envolvidas na criação de gado; novas habilidades reforçarão suas posições no mercado de trabalho e nas sociedades locais. As crianças também serão beneficiadas com o leite nutritivo e de qualidade no Programa de leite escolar do Quênia.

Perspectivas

Com a base estabelecida, o workshop de lançamento do projeto ocorreu em março de 2018. Nosso especialista em desenvolvimento de laticínios da Tetra Laval Food for Development está conduzindo treinamentos práticos para agentes do serviço de extensão e pequenos fazendeiros. À medida que o projeto avança, os principais indicadores serão medidos, inclusive a produção e a qualidade do leite e o rendimento do fazendeiro.

Parceiros assinando na Embaixada da Suécia em Nairobi.

Leia mais sobre a produção de lácteos para pequenos fazendeiros produtores de lácteos em unfold.tetrapak.com