2020-05-20
LAUSANNE, SUÍÇA

Fazendo a nossa parte para manter os alimentos embalados acessíveis em todo o mundo

Lars Holmquist, vice-presidente executivo de soluções para embalagem e operações comerciais, compartilha informações sobre como a Tetra Pak está comprometida em disponibilizar alimentos e dar suporte a seus clientes para superar a crise da COVID-19.

Nos últimos meses, o mundo passou por uma das emergências de saúde mais catastróficas da história. A pandemia de COVID-19 afetou não só a cadeia de suprimentos e os mercados de alimentos, como também as vidas, a subsistência e a nutrição das pessoas.

Desde o início do surto de COVID-19, nós sabíamos que tínhamos que fazer nossa parte para ajudar a manter o suprimento de alimentos em todo o mundo. Nosso plano global de continuidade de negócios foi ativado para garantir que nossos clientes em todo o mundo tenham um suprimento ininterrupto de produtos e serviços necessários para a produção de alimentos.

Mobilizamos equipes de todas as nossas funções de negócios e regiões, bem como externamente, com nossos fornecedores e as autoridades locais. Nossa extensa rede de fornecedores e parceiros globais de logística está trabalhando 24 horas por dia, todos os dias da semana, para garantir que nossos clientes continuem recebendo remessas de matérias-primas, peças sobressalentes e componentes. Dessa forma, conseguimos superar dificuldades como picos de demanda, transporte ou fechamento de fronteiras. Nosso objetivo é proteger o suprimento de alimentos e apoiar nossos clientes.

Reconhecemos a necessidade de velocidade e agilidade. Por exemplo, para os serviços, estamos utilizando cada vez mais as tecnologias digitais, como o comissionamento virtual e a instalação remota, o que nos dá mais rapidez de resposta e mantém as operações de nossos clientes em execução. Observamos alguns resultados positivos na Europa e na Ásia Central como resultado. Em alguns casos, precisamos dar suporte a nossos clientes no local. Quando nossos técnicos viajam, eles seguem as orientações da OMS e todas as diretrizes locais relacionadas a viagens e higiene em tais situações.A segurança de nosso pessoal é fundamental.

O atendimento ao cliente sob as restrições da COVID-19

O distanciamento físico exigiu que repensássemos a forma como interagimos com nossos clientes, e nós transformamos rapidamente a maneira como trabalhamos em muitas atividades, como desenvolvimento e testes de produtos, iniciativas de ideação e workshops.

Temos feito visitas virtuais a nossos Centros de inovação para o Cliente, localizados em diferentes países, como Suécia, Itália, Estados Unidos e Dubai. Nossa equipe de Lund, na Suécia, fez uma visita virtual a um grande produtor de lácteos no mês passado, que foi bem recebida. Mais sessões como essa estão configuradas.

Temos equipes dedicadas em todo o mundo que trabalham com nossos clientes, ouvem suas necessidades, exigências e desafios e encontram maneiras de ajudá-los durante essa crise.

Essa não é uma abordagem única para todos. Alguns de nossos clientes estão localizados em países de alto risco, e outros em áreas de baixo risco. Precisamos encontrar soluções que se ajustem a eles hoje e prever suas necessidades para os próximos meses. Um dos desafios que nossos clientes enfrentam é a súbita mudança nos padrões e no estilo de vida dos consumidores.​​

Transmissão ao vivo do Centro de Desenvolvimento de Produto de Lund

Transmissão ao vivo do Centro de Desenvolvimento de Produto de Lund.

Alterando os padrões de consumo e o impacto sobre a embalagem

Uma vez que os consumidores estão passando mais tempo — e comendo — em casa, os padrões de suprimento e demanda estão mudando em todo o mundo, e nós estamos respondendo a isso. Houve um enorme aumento na estocagem de alimentos básicos, o comércio eletrônico explodiu,​ ao passo que serviços de alimentação como restaurantes e cafés foram fortemente atingidos.

No futuro próximo, precisaremos considerar o aumento das atividades de "economia doméstica" e o consumo doméstico ao considerarmos o tamanho das famílias, os produtos culinários e para ambientes e — vice-versa — a possibilidade de reduzir as porções por embalagem e os produtos resfriados. Mas isso dependerá de nossos clientes e das necessidades do mercado, que continuaremos monitorando e às quais seguiremos respondendo.​

Produtos seguros de ponta a ponta, até a chegada ao cliente

Agora, mais do que nunca, proteger nossos produtos é essencial. Nossas fábricas estão trabalhando em estreita colaboração com as autoridades sanitárias para garantir que todas as medidas necessárias estejam sendo tomadas para proteger nossos sites contra infecções.

Também avaliamos o risco de o coronavírus afetar a segurança ou a adequação dos materiais de embalagem da Tetra Pak, dos materiais adicionais, dos equipamentos de embalagem e processamento e das peças sobressalentes. Podemos confirmar que, independentemente do surto, nossos produtos permanecem seguros para a produção de alimentos.

Estamos nos adaptando e adotando novas formas de suporte a nossos clientes. Juntos, continuaremos mantendo nosso compromisso de disponibilizar alimentos seguros em todos os lugares. A crise acelerou uma transformação na forma como trabalhamos, mas tudo o que fizermos agora e na era pós-COVID-19 ainda será mensurado, sustentável e baseado em evidências.​

Lars Holmquist

Vice-presidente executivo, soluções para embalagem e operações comerciais
Lars Holmquist