Entrevista Helena Magalhães, influencer do projeto Boa embalagem, boa vida

 

Qual a importância das embalagens de cartão na tua vida?

Tal como já procuro ter um consumo mais consciente na minha vida em áreas que vão desde a beleza (com produtos naturais) à moda (aposto cada vez mais na reutilização e não no consumismo compulsivo tão característico desta geração em que vivemos), esta filosofia também se pode estender à alimentação - não só na qualidade e conservação dos alimentos mas também na pegada ecológica que aquilo que consumimos deixa no planeta. Não pudemos querer ter uma alimentação saudável e dizer que optamos por alimentos naturais sem conservantes mas depois compramos tudo o que vem embalado em vidro e em plástico. As embalagens em cartão conseguem manter os alimentos frescos, protegidos da luz e preservar o seu sabor até um ano, sem necessidade de conservantes. Além disso, o cartão é um material renovável que ajuda a manter a saúde do próprio planeta que tem de começar a ser uma preocupação de todos nós.

Qual foi o impacto que as conclusões do relatório boa embalagem, boa vida tiveram na tua vida?

Foi importante ganhar consciência das qualidades do cartão e de todo o processo de reciclagem das embalagens e da forma responsável como as florestas são geridas para renovar todas estas matérias-primas. Uma das minhas maiores dúvidas era se o cartão seria de facto melhor que outras embalagens e foi impressionante ler sobre como as embalagens asséticas de cartão conseguem preservar os alimentos sem refrigeração ou aditivos, ajudando a manter a cor, a consistência, o sabor e o valor nutricional dos alimentos. O futuro do mundo passa por esta mudança na consciência de consumo que temos e o relatório despertou-me para estas questões que abrangem a saúde, o envelhecimento, a vida e o ambiente.

Procuras ter um estilo de vida saudável. De que forma sentes que as embalagens e a forma como os teus alimentos são embalados contribuem para a tua saúde e teu bem-estar? 

Vários dos alimentos que fazem parte do meu dia-a-dia já estão disponíveis em embalagens de cartão que protegem o seu conteúdo da luz e do ar, evitando a sua degradação. Se posso comprar um sumo que vem numa destas embalagens porque hei de optar por um que vem em garrafas de plástico? Depois de estarmos sensibilizados para estas questões, o próprio gesto de comprar alimentos embalados noutro tipo de embalagens deixa de fazer grande sentido. A ideia de que não conseguimos ver o conteúdo e isso pode ser perigoso é apenas um mito porque é exatamente por não conseguimos ver o conteúdo que ele está protegido. É importante também relembrar que as embalagens de cartão permitem que as informações dos produtos estejam descritas de forma completa para que nós, consumidores, consigamos ler toda a informação necessária e isto é uma preocupação pessoal porque gosto de ler tudo relativamente aos alimentos que consumo. E são mais cómodas de transportar, menos pesadas, fáceis de abrir e fechar, de guardar, armazenar, separar e reciclar. Melhoram em vários aspetos o meu bem-estar, tanto do ponto de vista funcional mas, acima de tudo, de saúde.

 tetra pak (153).jpg