​Como fazer a maionese perfeita – com um computador

Qual é o segredo para obter qualidade consistente na produção de maionese? Como obter o difícil equilíbrio entre ingredientes, força de corte e mistura todas as vezes? Esta é a resposta:

Para começar, você precisa acessar a nossa ferramenta de predição, um software baseado no conhecimento gerado por um projeto de pesquisa de três anos sobre a produção de emulsões frias. Depois, você vai precisar de um dos nossos misturadores de corte elevado para produtos de emulsão fria. Eles são projetados para oferecer flexibilidade única, qualidade consistente e rendimento máximo dos ingredientes, tudo com o custo mais baixo possível. Juntos, a ferramenta e o misturador garantirão a maionese perfeita.

Sem adivinhação

A ferramenta de predição permite o ajuste da configuração e dos parâmetros de processo da mistura de acordo com as suas receitas e seus requisitos. Variando essa paleta de parâmetros, podemos ajudar você a obter as características de textura desejadas e outras medidas de qualidade. Isso acaba com a adivinhação na produção de maionese e molhos emulsionados, além de reduzir o processo caro e demorado dos testes físicos.
Ingredientes da maionese.

Como você pode usar isso?

  1. Para replicar um produto existente
    Primeiro, analisamos a qualidade do seu produto e selecionamos o procedimento de mistura e os parâmetros de processamento ideais para replicar sua textura, sabor, sensação na boca e aparência. Assim, você pode controlar o processo de mistura de maneira a garantir a qualidade consistente do produto, independentemente da escala de produção.
  2. Para desenvolver novos produtos de maneira rápida e econômica
    Com base em parâmetros de entrada como tamanho do lote, tempo de mistura, tipo e quantidade dos ingredientes, a ferramenta de predição permite prever os resultados finais de maneira precisa. O uso de um modelo de simulação reduz significativamente a necessidade de testes físicos e melhora o tempo para lançamento de novos produtos no mercado.

Quer experimentar?

Basta enviar-nos uma amostra do produto que você deseja replicar. Nós vamos analisá-lo, medindo parâmetros de qualidade como textura e tamanho da gotícula. Com base na nossa análise e as informações sobre os ingredientes fornecidas por você, usaremos a ferramenta de predição para determinar o melhor método de mistura e os parâmetros de processamento corretos para recriar a sua amostra.

Entre em contato com os nossos especialistas em emulsão fria. Escreva no campo de comentários que você está interessado em uma análise de produto com a ferramenta de predição.

Projeto de pesquisa

Nas centenas de testes, os tecnólogos de alimentos analisaram o processo de emulsificação em um nível molecular, enquanto engenheiros de processo estudaram os padrões de fluxo e o desempenho da mistura usando a fluidodinâmica computacional. Os resultados desse projeto de pesquisa foram publicados em mais de uma dúzia de artigos examinados por profissionais da área:

  • Håkansson A., Mortensen H.-H., Andersson R. Innings F. (2017). Experimental investigations of turbulent fragmenting stresses in a Rotor-Stator Mixer. Part 1. Estimation of turbulent stresses and comparison to breakup visualizations. (Investigações experimentais de tenções fragmentárias turbulentas em um misturador rotor/estator. Parte 1. Estimativa de tensões turbulentas e comparação com visualizações detalhadas) Aceito pela Chemical Engineering Science.
  • Håkansson, A., Mortensen, H.-H., Andersson, R., Innings, F. (2017). Experimental investigations of turbulent fragmenting stresses in a Rotor-Stator Mixer. Part 2. Probability distributions of instantaneous stresses. (Parte 2. Distribuições de probabilidade de tensões instantâneas) Aceito pela Chemical Engineering Science.
  • Håkansson A., Innings F., (2017) A taxa de dissipação de energia cinética turbulenta e sua relação com a potência de bombeamento em misturadores de rotor/estator em linha, Advances in Engineering, https://advanceseng.com/chemical-engineering/dissipation-rate-turbulent-kinetic-energy-pumping-power-inline-rotor-stator-mixers/.
  • Håkansson A., Innings F., (2017). The dissipation rate of turbulent kinetic energy and its relation to pumping power in inline rotor-stator mixers (A taxa de dissipação da energia cinética turbulenta e sua relação com a emissão de energia em misturadores rotores/estatores em linha). Chemical Engineering and Processing 115, págs. 46-55
  • Mortensen H—H., Innings F., Håkansson A., (2017). The effect of stator design on flowrate and velocity fields in a rotor-stator mixer—An experimental investigation (O efeito do design estator nas taxas de fluxo e velocidade em um misturador rotor/estator – uma investigação experimental) Chemical engineering research and design 121, págs. 245-254
  • Håkansson A., Arlov D., Carlsson F., e Innings F. (2016). Hydrodynamic Difference between Inline and Batch Operation of a Rotor-Stator Mixer Head - A CFD Approach (Diferença hidrodinâmica entre as operações em linha e em lote de um cabeçote de misturador rotor/estator – uma abordagem da CFD). Can. J. Chem. Eng. 9999:1–11.
  • Håkansson A., Chaudhryb Z., Innings F. (2016). Model emulsions to study the mechanism of industrial mayonnaise emulsification (Emulsões modelo para o estudo do mecanismo industrial de emulsificação de maionese); Food and bioproducts processing 98, págs. 189–195;
  • Håkansson A., Askaner M,. Innings F. (2016). Extent and mechanism of coalescence in rotor-stator mixer food emulsion emulsification (Extensão e mecanismo de coalescência na emulsificação de emulsão de alimentos em um misturador in rotor/estator); Journal of Food Engineering 175, págs. 127-135

Para mais detalhes, veja os nossos white papers "Explorando o labirinto da maionese" e "Otimize o seu processo de mistura e a qualidade dos alimentos usando a CFD"