Como avaliar nosso progresso

Cumprimos nossas metas climáticas de maneira consistente, desde a primeira meta estabelecida em 2002. Fizemos isso novamente em 2005 e estamos no caminho certo para cumprir nossa meta para 2020: limitar nosso impacto em 2020 em toda a cadeia de valor aos níveis de 2010, sem interromper o crescimento dos negócios. Isso nos ajudou a economizar 12 milhões de toneladas de emissões de gases do efeito estufa até o momento. Em 2017, nos tornamos a primeira empresa no setor de embalagens de alimentos a ter metas de redução no impacto climático aprovadas pela iniciativa Science Based Target (SBTi).

Mais recentemente, estabelecemos a meta de zero emissões líquidas em toda a cadeia de valor para 2050, apoiando isso com uma meta intermediária para 2030 de zerar as emissões em nossas próprias operações.

Também definimos metas de redução de emissões para 2030 em linha com 1,5°C de acordo com a iniciativa Science Based Targets (SBTi) nos escopos 1, 2 e 3. Isso é o que a ciência do clima nos diz ser necessário para prevenir os efeitos mais prejudiciais das mudanças climáticas. Para nós, traduzir um cenário de 1,5°C em uma meta absoluta de redução das emissões equivale a uma redução de 46% nas emissões da cadeia de valor até 2030. Nossa meta aprovada pela SBTi é a seguinte:

A Tetra Pak se compromete a reduzir as emissões de gases do efeito estufa de escopos 1, 2 e 3 em 46% até 2030, em relação ao ano base de 2019. A meta do escopo 3 inclui todas as emissões relevantes, incluindo materiais comprados, uso de equipamentos vendidos e tratamento de final de vida útil de embalagens pós-consumo. A Tetra Pak se compromete a aumentar o uso anual de eletricidade renovável de 69% em 2019 para 100% até 2030.

​Além do clima

Além de nossas metas climáticas, estamos trabalhando com nossos fornecedores para minimizar nosso impacto ambiental, protegendo a biodiversidade e os ecossistemas e mantendo a disponibilidade de água doce em nossas cadeias de suprimentos agrícolas e florestais. Também estamos trabalhando com nossos clientes para ajudá-los a alcançar seus próprios objetivos, minimizando o uso de água, o desperdício de alimentos, o consumo de energia e as emissões.​

A lista A do CDP

Em 2020, fomos classificados como líderes pelo processo anual de divulgação e pontuação ambiental do CDP, amplamente reconhecido como o padrão-ouro de transparência ambiental corporativa, pelo quinto ano consecutivo. A Tetra Pak é a única empresa do setor de embalagens cartonadas a ser incluída na faixa de liderança do CDP por cinco anos consecutivos e a obter um excelente "A" duplo para clima e florestas em 2020.

A Tetra Pak faz parte de um número muito pequeno de empresas (1%) que obteve uma pontuação dupla "A", dentre mais de 5.800 empresas que foram analisadas com base em dados enviados por meio de questionários do CDP em 2020. Por meio de ações demonstráveis significativas sobre riscos de clima e desmatamento, a empresa é líder em ambição ambiental corporativa, ação e transparência em todo o mundo.
Lista A do CDP de clima e floresta

Ações de "melhores práticas" no combate ao desmatamento

Centenas de empresas em todo o mundo são solicitadas a divulgar por meio do CDP seu envolvimento na produção ou abastecimento de sete matérias-primas essenciais que geram a maior parte do desmatamento agrícola globalmente: produtos madeireiros, óleo de palma, soja, produtos pecuários, borracha, cacau e café. Em 2021, apenas 1% das empresas divulgadoras foram identificadas pelo CDP como realizando ações de "melhores práticas" para proteger as florestas em suas cadeias de suprimentos. A Tetra Pak é uma das quatro empresas pioneiras com desempenho considerado de boa prática no recém-lançado relatório "The collective effort to end deforestation" (O esforço coletivo para acabar com o desmatamento). https://www.cdp.net/en/research/global-reports/global-forests-report-2020