MATÉRIAS-PRIMAS E FORNECIMENTO

Uso de matéria-prima por material de base principal

Os dados apresentados nesta seção cobrem as matérias-primas usadas para produzir nossas embalagens cartonadas, incluindo laminados, fechamentos, canudos, tiras e filme. O gráfico mostra as proporções relativas de cada tipo de matéria-prima usado em nossas embalagens.
Uso de matéria-prima por material de base principal

Uso de matérias-primas usadas na embalagem por peso (GRI 301-1)

Embalagens com o selo FSC

O número de embalagens com o selo FSC que fornecemos a nossos clientes cresce continuamente desde 2007, quando lançamos a primeira embalagem cartonada com esse selo.

CLIMA E ENERGIA

Emissões de GEE na cadeia de valor

Nosso maior e único impacto climático resulta do consumo de energia nas nossas operações e em outras partes da cadeia de valor. 90% das emissões de GEE em nossa cadeia de valor são provenientes da produção de matérias-primas para embalagens que compramos de nossos fornecedores e da operação dos equipamentos de processamento e embalagem que vendemos para nossos clientes. Para ler mais sobre a nossa abordagem de contabilização do clima, visite Avaliação e relatórios e Uma abordagem de cadeia de valor - medindo nosso progresso.

Emissões de GEE na cadeia de valor

Detalhamento do impacto climático da nossa cadeia de valor

O detalhamento da emissão total da cadeia de valor, de acordo com os escopos do Protocolo GEE, é apresentado na tabela acima. A redução da emissão é calculada por meio da comparação entre as emissões absolutas da cadeia de valor no ano anterior com as de 2010 (que foi o ano de base para a nossa meta climática de 2020).

Notas de rodapé da tabela:

*Com base na metodologia de contabilidade de escopo 2 baseada no mercado.
**Inclui as seguintes categorias do escopo 3: 1, 3, 4, 5, 6, 9, 11 e 12.

Impacto climático nas operações da Tetra Pak

Nosso impacto climático operacional compreende as emissões dos Escopos 1 e 2. O Escopo 1 inclui emissões diretas de nossas próprias operações, inclusive o consumo de combustível e o uso de solventes e líquidos refrigerantes. O Escopo 2 inclui emissões indiretas relacionadas a eletricidade, calor, vapor ou resfriamento adquiridos. Nosso Escopo 2 total para 2020 foi calculado usando a metodologia "baseada no mercado". Isso significa que usamos taxas de emissão específicas do fornecedor, onde elas estiverem disponíveis, de acordo com os Critérios de Qualidade do Escopo 2 do Protocolo GEE. Os principais fatores para reduzir as emissões têm sido ações para aumentar ainda mais o consumo eficiente de energia em nossas instalações, assim como o uso cada vez maior de eletricidade renovável. O principal contribuinte para a nossa emissões de escopos 1+2 é a eletricidade adquirida para as nossas instalações (48%).
Emissões de GEE (escopo 1 + 2)

Emissões de GEE por fonte de emissões (escopo 1 e 2)

Intensidade das emissões de GEE na produção de material de embalagem (escopo 1 + 2) (GRI 305-4)

Monitoramos a intensidade de emissão das nossas operações de material de embalagem avaliando a emissão de escopo 1+2 gerada a cada milhão de embalagens padrão produzidas.

Uso de energia nas operações da Tetra Pak

O uso de energia reportado inclui a eletricidade comprada e gerada na instalação e o uso de combustível fóssil, como gás natural e aquecimento urbano (água quente/vapor). A eletricidade é a principal fonte de energia de nossas operações. Os combustíveis são usados no aquecimento e para fins específicos do processo, como secagem de tintas de impressão. Os gráficos descrevem o consumo de energia total em nossas operações no mundo todo. O uso de energia permaneceu relativamente estável, apesar dos aumentos na produção. Nossas fábricas de conversão de material de embalagem são as operações com maior consumo de energia e consumiram 76% da energia total usada em nossas operações em 2020.
Uso de energia (GRI 302-1)
Sustentabilidade da tabela de uso de energia

Uso de energia por função

Uso de energia por fonte

A eletricidade é a principal fonte de energia usada em nossas operações. Em 2020, 83% da eletricidade que consumimos foi proveniente de fontes renováveis.

Uso de eletricidade

Intensidade energética na produção de material de embalagem (GRI 302-3)

Monitoramos a intensidade energética de nossas operações de material de embalagem, medindo a energia usada para produzir um milhão de embalagens padrão. Conforme mostrado no gráfico acima, esse indicador tem melhorado continuamente ao longo dos anos, como resultado de auditorias de energia dedicadas e projetos de eficiência energética em nossas instalações. Nos últimos anos, vemos essa melhoria diminuir gradualmente à medida que a maioria das principais oportunidades de economia de energia foram concretizadas.

OUTRAS EMISSÕES NO AR

Substâncias prejudiciais à camada de ozônio

Emissões de substâncias prejudiciais à camada de ozônio resultam de vazamentos de CFCs/HCFCs*. A política da Tetra Pak é substituir os CFCs, halon e todas as outras substâncias com alto potencial de destruição da camada de ozônio por substâncias alternativas que tenham menor impacto ambiental. Desde a implementação desta política, nossas emissões de substâncias prejudiciais à camada de ozônio caíram para níveis marginais.

*CFCs: CloroFluoroCarbonos, HCFC: HidroCloroFluorCarbonos
Substâncias prejudiciais à camada de ozônio

Compostos orgânicos voláteis (VOCs)

As emissões de VOC surgem principalmente de solventes usados nas tintas de impressão e, em parte, da produção em nossas fábricas de conversão de material de embalagem. Os dados representam o total de emissões de VOC ao ar, após o equipamento de redução. Inclui emissões de processo, emissões de chaminés, bem como emissões fugitivas. Para reduzir essas emissões, instalamos Oxidadores Térmicos Regenerativos (RTOs) em muitas de nossas unidades. Além disso, estamos continuamente inovando nossos processos para reduzir o uso de solventes orgânicos em nossa produção.
Compostos orgânicos voláteis (VOCs)

Intensidade da emissão de COVs na produção de material de embalagem

O gráfico abaixo mostra nossas emissões de COVs a cada um milhão de embalagens padrão produzidas.
Intensidade da emissão de COVs na produção de material de embalagem

DESPERDÍCIO OPERACIONAL

Desperdício na produção de materiais de embalagens

Os resíduos de material são avaliados como a diferença entre a matéria-prima consumida e o material de embalagem produzido. A taxa de resíduos de material mostrada aqui é a porcentagem da média ponderada de resíduos da fábrica. A figura acima mostra a redução estável de resíduos de material de embalagem ao longo dos anos. Essa melhoria é impulsionada por nossa World Class Manufacturing abordagem.
Desperdício na produção de materiais de embalagens

Gerenciamento do desperdício operacional

Os resíduos informados abrangem a manipulação de todos os resíduos sólidos produzidos nas instalações de produção e montagem de equipamentos, incluindo resíduos de produção e outros tipos de resíduos das instalações. O gráfico mostra as proporções de resíduos que são reciclados, incinerados com ou sem recuperação de energia e enviados para o aterro.
Gerenciamento do desperdício operacional

ÁGUA

Os dados desta seção descrevem o escoamento total de água em todas as instalações da Tetra Pak. A quantidade de água que utilizamos é modesta; apesar disso, procuramos reduzir esse uso o máximo possível. Nossas fábricas de conversão respondem pela maior porcentagem do uso de água, seguidas pelas operações de montagem de máquinas e equipamentos. Para entender quais de nossos locais estão localizados em áreas de estresse hídrico, usamos a ferramenta WRI Aqueduct Water Risk Atlas para fazer a avaliação. Presume-se que toda a água usado pelos nossos locais é água doce. 

Captação de água pela empresa

Captação de água por fonte e captação de água em áreas com estresse hídrico (GRI 303-3)

Intensidade do uso de água na produção de material de embalagem

Da mesma maneira que medimos a intensidade energética, monitoramos o uso de água em nossas instalações de produção de embalagens cartonadas por milhão de embalagens padrão.
Intensidade do uso de água na produção de material de embalagem

CERTIFICAÇÃO DO SISTEMA DE GERENCIAMENTO

Certificação do sistema de gerenciamento

A Tetra Pak vai bem além das exigências legais e aplica padrões ambientais internacionais para assegurar que problemas e impactos ambientais sejam geridos de maneira sistemática. Status da certificação no final de 2020 nas nossas instalações de fabricação:

  • ISO 14001: 97% das nossas fábricas foram certificadas de acordo com o padrão ISO 14001 de Sistemas de Gerenciamento Ambiental e a certificação está em andamento nos 2% restantes.
  • ISO 45001 e OHSAS 18001: Em 2020, 97% das fábricas da Tetra Pak mantiveram a certificação para os padrões globais do sistema de gestão de OHS, ISO 45001 ou OHSAS 18001.
  • ISO 50001: Cinco fábricas também foram certificadas de acordo com a norma ISO 50001 Energy Management Systems.

RECICLAGEM DE EMBALAGENS CARTONADAS

Reciclagem de embalagens cartonadas

Coletamos dados de reciclagem de todos os mercados nos quais operamos, em todo o mundo. A taxa de reciclagem de embalagens cartonadas usadas informada se baseia na parcela de embalagens cartonadas coletada e enviada para reciclagem. Usamos as informações de reciclagem da BC de fontes públicas assim que elas ficam disponíveis (por exemplo, A Aliança das Embalagens Cartonadas para Bebidas e o Meio Ambiente, Organizações de Recuperação de Embalagens etc.) e também consolidamos um relatório interno com informações de nossas equipes de reciclagem locais para garantir o maior conjunto de dados possível.
Volume total de embalagens cartonadas para bebidas recicladas e da taxa de reciclagem